quinta-feira, novembro 27


Resoluções

Fim de ano é o tipo de coisa que eu espero por muito tempo, mas quando chega, me deixa quase sem chão. Pode soar exagerado, mas é a mais pura verdade... a impressão que dá, é que mais um ano da minha vida se passou e eu não fiz absolutamente nada.

De um tempo pra cá, resolvi tentar pensar o mais positivo possível - porém, sem útopias - nas coisas que acontecem na minha vida. Pode parecer egoísta, mas eu penso da seguinte forma: "sempre tem alguém pior que eu". E sempre tem, saber disso me ajuda.

Certo, eu sei que isso pode parecer medíocre... que pode até ser terrível pensar assim. Mas o que eu penso em relação a essas pessoas, não é algo ruim... Não algo do tipo "ah fulano vai se foder bem mais que eu...", é meio que um "pô, mas eu tô reclamando do que? olha aquele cara ali... se fode bem mais que eu e aposto que reclama bem menos!".

O lado ruim disso tudo aí, é que eu acabo subestimando meus problemas e trato eles com a maior displiscência possível.

Eu percebo coisas assim no fim do ano. Por mais que nunca mude porra nenhuma de um dia para o outro, nós sempre pensamos que podemos começar do zero. Já tentei ser mais realista em relação a isso... até porque, se eu não estudasse não aconteceria nada de novo... Digo isso no sentido de que, cada ano que passa é um ano a mais na faculdade por exemplo e antes, era um ano a mais na escola... Por isso eu tinha certeza que algo novo aconteceria, que começaria algo do zero...

Fico imaginando como deve ser para os meus pais, por exemplo, o que eles esperam que aconteça quando chegar o 'ano que vem' ? Acho que tudo de inesperado que acontece são as consequências das escolhas que você faz - é, bem óbvio isso -, quero dizer, no sentido de coisas rotineiras. Por exemplo, eu optei por parar de fazer de jornalismo e começar uma faculdade nova, fazer tudo denovo, "voltar" dois anos. O resto das coisas que acontecerem, serão consequências dessa minha decisão.

Acho que está mais do que claro que eu fico pelo menos três vezes mais pensativa no fim do ano. E de certa forma mais egoísta também, afinal, todas as minhas conclusões são somente a respeito da minha vida.

E nessa onda de fim de ano, vêm todas as inevitáveis promessas. Atire a primeira pedra quem diz que nunca fez nenhuma! Pode não assumir, mas todo mundo promete coisas a si mesmo no final do ano.

As minhas são as seguintes: parar de fumar, praticar exercícios, comprar um carro e não ser tão displiscente com algumas coisas e comigo mesma.

Ok, não riam. Eu falo sério quando digo que pretendo parar de fumar e praticar exercícios. Até porque, 20 anos para uma mulher, quer dizer que só restam mais alguns poucos anos antes de vencer o prazo de validade, ou seja, ficar baranga. Logo, se eu quiser ficar menos feia do que a média, tenho que tomar uma providência a partir de agora.

Como diria Liam: a hora certa é sempre agora!



Por Bruna | |



quem.


Bruna, 19 anos, aspirante à jornalista aspirante à alguma coisa. Charles Bukowski, Baudalaire, Woody Allen.Bob Dylan. Alice Cooper, Backyard Babies, Oasis, Rolling Stones. E muito mais.

onde

O blog já existe a anos, mudou de nome, lugar e propósito várias vezes. Para que serve? diria que ocupa a função do psicólogo, terapeuta ou qualquer um desses que tenta entender a mente alheia, porém o blog não proporciona nenhum diagnóstico preciso (aliás, algum deles proporcionam?). Aqui você, caro leitor, encontrará desabafos de uma mente sana, causos de uma pessoa azarada e muitas estórias a serem contadas. Com qual propósito? bom... aparentemente nenhum!


twitter



recomendo.

amigos

Rapha | Jeh | Ju | Tháta | Fabrício | Déia | Magno | Leandro | Ikki | Row | Gui
leio sempre
blog do rafa | te dou um dado | blog do cachorro grande | bruno medina | zeca camargo | blog do tas

não volta.
Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008

status.


eXTReMe Tracker